A agricultura digital no Brasil: tendências, desafios e oportunidades


A agricultura digital já é uma realidade do presente e está transformando lavouras em todo o mundo. A digitalização do campo é urgente e nós podemos provar. De acordo com dados publicados pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), seremos 9,8 bilhões de pessoas em 2050.


Trata-se de um aumento populacional de dois bilhões de pessoas em menos de 30 anos. Crescimento esse que vem acompanhado de aumento na demanda por alimentos. Neste cenário, quais são as tendências, os desafios e as oportunidades? No texto de hoje, vamos falar mais sobre o assunto.


Quanto às tendências, em um futuro próximo, a agricultura será mais virtual. Isso significa que haverá maior integração entre o mundo físico e virtual. A visão computacional é a tecnologia que faz com que sistemas inteligentes obtenham, de forma artificial, as informações obtidas pela visão humana.


Nos próximos 20, 30 anos, a tendência é uma agricultura muito mais autônoma, com mínima intervenção humana, muito se fala hoje em ghost farming, conceito no qual as fazendas são controladas por sistemas inteligentes.


Por outro lado, o caminho que deverá ser percorrido para a digitalização do campo ainda é longo. Isso porque existem uma série de desafios que dificultam a adoção da tecnologia nas lavouras, com destaque para a conectividade do campo e capacitação no agronegócio.


O aprimoramento tecnológico atual depende, em grande medida, da oferta de conexão à internet. Mas ao mesmo tempo, a ausência de cobertura no território brasileiro e, principalmente nos estabelecimentos rurais pode ser preocupante. Já a capacitação da mão de obra depende também de um investimento em capacitação digital.


A capacitação no agronegócio pode fazer com que um produtor mude de patamar, aumentando sua produção e produtividade. Investir em capacitação é investir em pessoas e deve ser uma prioridade para o agricultor que deseja aproveitar os benefícios da agricultura digital. As oportunidades virão da união dos desafios com as tendências. Unir esses dois pólos pode trazer respostas interessantes para o agronegócio.