As cidades mais empreendedoras do Brasil


Em janeiro deste ano, a Endeavor, em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública, divulgou a quinta edição do Índice de Cidades Empreendedoras 2020. Um estudo que levou em consideração as 100 cidades mais populosas do Brasil (que variam entre 12 milhões e 280 mil habitantes), em diversos critérios, como inovação, infraestrutura, cultura empreendedora, ambiente regulatório, dentre outros.


Surpreendentemente, dentre as dez cidades mais empreendedoras do Brasil em 2020, metade são municípios interioranos. Apesar de grande parte do capital nacional ainda ser direcionado ao eixo Rio-São Paulo, as regiões Sul, Centro-Oeste e outras cidades do Sudeste também tiveram grande destaque no ranking.


No ranking geral, Osasco (SP) é a terceira cidade no ranking principal, atrás somente das capitais São Paulo e Florianópolis (SC). Depois de Vitória (ES) e Brasília (DF), aparecem as paulistas São José dos Campos, São Bernardo do Campo e Jundiaí, respectivamente nas 6.ª, 7.ª e 8.ª posições. Porto Alegre aparece na nona posição e Rio de Janeiro na décima.


No determinante de ambiente regulatório, que diz respeito à burocracia para abrir empresas e à tributação dos municípios, as capitais Macapá (AP) e Vitória (ES) e a cidade fluminense de São Gonçalo ocupam as três primeiras posições. Em inovação, o destaque é para Florianópolis, a gaúcha Caxias do Sul e a paulista Campinas. Já em cultura empreendedora, as mais bem colocadas são Porto Velho (RO), Manaus (AM) e Rio Branco (AC).


Já quando o assunto é cultura empreendedora, Pernambuco é o Estado de maior evidência no Brasil, com seis cidades dando as caras no top 10: Recife, Caruaru, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista e Petrolina, ocupando da quinta à décima posição. À frente delas podemos encontrar Porto Velho (RO), Manaus (AM), Rio Branco (AC) e Maceió (AL) nas primeiras colocações.