Bolsa de Valores e Mercado de Capitais


O mercado de capitais é um segmento do sistema financeiro responsável por intermediar negociações entre quem precisa captar recursos para financiar projetos e quem deseja investir. No mercado de capitais, a relação é diferente, pois não ocorre por meio de operações de crédito (como os tradicionais empréstimos dos bancos), mas a partir da negociação de ativos, como por exemplo as ações ou títulos de dívida (as chamadas debêntures).


Por meio do mercado de capitais, é possível conectar a oferta daqueles que poupam recursos (aplicadores) com a demanda de quem precisa de dinheiro (tomadores). Ao comprar um ativo no mercado de capitais, o investidor está na verdade emprestando seu dinheiro para o dono desse ativo. Esse dono pode ser uma empresa pública, uma empresa privada ou outra Pessoa Física.


Em troca, recebe uma remuneração conhecida como juros ou rendimento. Já os donos dos ativos conseguem obter recursos imediatos para diversos fins. Por exemplo, uma empresa pode vender uma parte do seu negócio e usar o dinheiro recebido para comprar maquinários. Ou, ainda, para contratar mais funcionários e abrir mais unidades de negócio.


No mercado de capitais, é por meio de uma bolsa de valores que os ativos imobiliários são transacionados, ou seja, mudam de mãos. A bolsa de valores brasileira é conhecida como B3, nome que sintetiza as palavras “Brasil, Bolsa, Balcão”. A B3 é o ambiente em que as compras e vendas de ações acontecem de fato. É nela que quem quer vender seus papéis encontra quem quer comprá-los, por meio de sistemas sofisticados e processos padronizados passa a assegurar transparência e liquidez ao mercado.


No módulo ‘Bolsa de Valores e Mercado de Capitais’ do MBA Banking e Mercado de Capitais, o estudante aprende sobre todas as nuances do mercado de capitais e aprende o funcionamento da bolsa de valores, além de realizar operações na bolsa. Com duração de apenas 1 ano, as aulas são mensais e acontecem aos finais de semana no formato ao vivo. Ficou interessado(a)? Clique aqui e conheça o futuro do mercado bancário.