Comunicação apreciativa


A teoria apreciativa ou investigação apreciativa, desenvolvida por David Cooperrider e aplicada por Diana Whitney no início dos anos de 1980, é uma forma inovadora para desenvolver um plano estratégico de comunicação e projetos específicos.


É considerada como uma nova teoria que oferece uma maneira de explicar e promover a mudança nas organizações, buscando descobrir o que existe de positivo nelas e imaginar novas maneiras de viver, trabalhar e organizar-se; ao contrário da metodologia tradicional em que se observa mais o lado negativo das coisas dando ênfase aos problemas e falhas e não em soluções e acertos.


Ao olhar para os acertos, a realidade humana se transforma e potencializa a organização a partir do conhecimento disponível e instalado. Na prática trata-se de uma nova atitude que propõe uma mudança de postura interna e detém um poder transformador ao revitalizar relacionamentos, estabelecer um novo enquadramento da realidade e uma nova leitura das alternativas possíveis.


Neste cenário, o diálogo é o elemento crítico que liga todas as coisas, atuando como elemento transformador que une pessoas. Segundo William Cerantola, da USP, é uma abordagem propositiva e afirmativa que se baseia na experiência vivenciada por indivíduos e grupos em qualquer tipo de organização, seja do primeiro ao terceiro setor, seja uma startup ou uma multinacional centenária bem consolidada.


É possível entender a investigação apreciativa como uma filosofia porque é uma forma de pensar e conceber a realidade. Também é possível considerá-la como uma porque propõe um modelo explicativo de uma dada realidade. E finalmente como uma metodologia porque reúne práticas e ferramentas aplicáveis a determinadas situações.


No módulo ‘Comunicação Apreciativa' do MBA Liderança e Excelência Humana, o aluno aprende a teoria apreciativa como forma de desenvolver um planejamento estratégico de comunicação. Com duração de apenas 18 meses, as aulas são mensais e acontecem aos finais de semana no formato ao vivo, entregando uma experiência 100% digital. Ficou interessado(a)? Clique aqui e saiba mais.