Conheça e saiba como funciona o ciclo pecuário


O ciclo pecuário é um fenômeno caracterizado pela flutuação dos preços do gado e da carne, com fases de baixa e de alta que se repetem de tempo em tempo. Essa flutuação é causada pela natureza da pecuária de corte, uma atividade de ciclo longo em que a resposta da produção a estímulos externos, como os preços recebidos, acontece de forma muito lenta.


Assim, no ciclo pecuário, quando cresce a oferta de bois gordos, os preços caem, e as demais categorias (bois magros, bezerros e matrizes) também desvalorizam. Pressionados por dificuldades financeiras, os criadores vendem mais vacas para o abate. O abate de fêmeas aumenta a oferta de carne e os preços caem ainda mais.


Com a redução do número de matrizes, fica comprometida a produção de bezerros, a reposição dos animais do rebanho de cria e a oferta futura de bois para o abate. Depois de alguns anos, a escassez de bois para abate e de novilhas para reposição das vacas descartadas força a elevação dos preços, recomeçando o ciclo pecuário.


É interessante notar que a duração de um ciclo pecuário completo, outrora em torno de 8 anos, vem se reduzindo por conta da diminuição na média da idade de abate dos bovinos. Hoje o ciclo dura em torno de 5 a 6 anos.


Sendo assim, para saber se é alta do ciclo pecuário, você deve se perguntar: teve aumento no abate de fêmeas? Teve redução da oferta de bezerros? Então haverá aumento no preço da arroba do boi gordo, bezerro e boi magro. Já na baixa do ciclo pecuário, você deve se perguntar: teve redução no abate de fêmeas? Houve aumento na oferta de bezerros? Então haverá redução no preço da arroba do boi gordo, bezerro e boi magro.


Desde 2020, a pecuária está passando pela fase de alta no ciclo pecuário, com aumento nos preços da arroba do boi gordo, bezerro e boi magro. De acordo com o IBGE, em 2020 o abate de bovinos caiu pela primeira vez em três anos, atingindo 29,7 milhões de cabeças, com significativa redução no abate de fêmeas.


Essa redução da participação de fêmeas gera valorização da arroba dos machos. Podemos então considerar que a oferta de animais para o abate é o balizador da pecuária e o abate de fêmeas altera o patamar dos preços. Dessa forma, o menor número de animais abatidos, aliado a oferta restrita de boi gordo para abate e as intensas exportações de carne têm mantido em alta os preços da arroba.


Entender o ciclo pecuário e as fases de alta e baixa nos preços, permite planejar as ações de compras, o custo de produção, investimentos e os melhores momentos para a venda. Sendo assim, o conhecer o ciclo pecuário é fundamental para orientar a tomada de decisão dentro das fazendas.


Este e outros assuntos importantes são abordados no MBA Gestão Estratégica da Pecuária de Corte na FGI, Faculdade de Gestão e Inovação. Na especialização, o aluno aprende sobre a aplicação de técnicas e procedimentos que possibilitem de forma direta e indireta a reprodução eficiente dos animais. Com duração de apenas 1 ano e 4 meses, as aulas são mensais e acontecem aos finais de semana no formato ao vivo, entregando uma experiência 100% digital. Ficou interessado(a)? Clique aqui e saiba mais.