Diagnóstico Contábil: como fazer?


O diagnóstico contábil se refere ao trabalho de coletar, analisar e conhecer diversos aspectos de uma empresa, incluindo suas especificidades, perfil de atuação, necessidades, objetivos, expectativas, entre outros.


O principal objetivo do diagnóstico contábil é fazer um levantamento de dados qualitativos da organização, avaliando informações patrimoniais, econômicas e financeiras, a fim de reunir números, métricas e resultados para entender as dores da empresa e, assim, oferecer as soluções ideais.

Por meio de um bom diagnóstico contábil, é possível preparar empreendedores para possíveis crises econômicas ou imprevistos financeiros com antecedência e, dessa forma, seguir um direcionamento mais eficiente para priorizar alguns fatores, reduzir prejuízos e otimizar o orçamento da empresa. Mas como fazer um diagnóstico contábil?


Diálogo aberto com o cliente

Um dos primeiros passos para entender as necessidades dos clientes de forma mais aprofundada é por meio de diálogos e um bom relacionamento: ao saber mais detalhes sobre o empreendimento, se torna mais prático entender quais são as dores, preferências, particularidades e os processos a serem transformados.


Definição de períodos de contato

A depender do caso de cada empreendedor, o contato deve ser feito de forma mais constante para elaborar um monitoramento eficaz do cenário, reduzindo as falhas e possíveis preocupações a longo prazo. Então é importante definir datas para cada etapa, estabelecendo um cronograma para conversar com o cliente de forma semanal, quinzenal ou mensal, por exemplo.


Utilize softwares contábeis

Para realizar o trabalho de análise, cabe utilizar um software contábil ou qualquer outra ferramenta tecnológica a sua disposição que possa te ajudar a evitar erros, aumentando a produtividade e auxiliando para prestação de um serviços mais eficaz.