Fundos imobiliários: saiba quais têm retorno positivo desde o início da pandemia


Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários, seja no desenvolvimento de empreendimentos ou em imóveis já prontos, como edifícios comerciais, shopping centers e hospitais.

O objetivo é conseguir retorno pela exploração de locação, arrendamento, venda do imóvel e demais atividades do setor. Desde o início da pandemia, alguns fundos tiveram retorno positivo e se destacaram sobre outros. Quais são eles? No texto de hoje, vamos responder. Fique com a gente!


Perto de completar dois anos – no dia 11 de março – a pandemia da Covid-19 colaborou com o desempenho negativo dos fundos imobiliários no período, especialmente para os segmentos afetados pela restrição na circulação de pessoas, como shoppings e escritórios. Para outros FIIs, porém, os últimos meses foram de ganhos que chegaram a superar 40%.


Estudo da SmartBrain, plataforma de controle e consolidação de investimentos, aponta que 40 fundos imobiliários – 28% do total monitorado – apresentaram resultado positivo entre março de 2020 e o final de janeiro de 2022, período da pandemia.


O levantamento toma como base 141 fundos que tiveram pelo menos 30 negócios em janeiro e que foram criados há pelo menos noventa dias. Vamos apresentar aqui, os cinco primeiros da lista.


Com rentabilidade de 42,38%, o Hectare CE (HCTR11) está no topo da lista. Os fundos CSHG Prime Offices (HGPO11) e Átrio Reit Recebíveis Imobiliários (ARRI11) aparecem na sequência com ganhos de 34,54% e 33,72%, respectivamente. Em seguida, o VBI CRI (CVBI11) e o Even Permuta Kinea FII (KINP11) aparecem com 26,20% e 25,34%, respectivamente.


É válido salientar que no levantamento da SmartBrain, os desempenhos dos fundos imobiliários consideram as variações das cotas e os dividendos distribuídos ao longo do período da pandemia.




whatsapp-logo-1.png