Moedas digitais: como escolher na hora de investir

As moedas digitais, também conhecidas como moedas virtuais ou criptomoedas, surgiram em 2009 e funcionam a partir de uma rede descentralizada, sistema ponto-a-ponto, do inglês peer to peer, onde possibilita transferências de uma pessoa para outra sem a intermediação de um banco.


Por isso, elas não se submetem à regulamentação de sistemas monetários nem à uma autoridade financeira, como o Banco Central do Brasil, o que implica em praticamente não haver burocracia na negociação.


Em relação à segurança, normalmente, as moedas digitais utilizam a criptografia e a tecnologia blockchain para garantir que as transações ocorram de maneira tranquila na internet. Mas como escolher na hora de investir? No texto de hoje, vamos falar mais sobre o assunto.


As principais moedas digitais são: Bitcoin, Ethereum, Binance Coin, Ripple, Dogecoin, Tether, Cardano, Polkadot, Litecoin e Bitcoin Cash. Mas existem muitas outras que também fazem sucesso e dão o retorno esperado.


O primeiro passo para escolher a melhor delas para o seu objetivo é avaliar o projeto que existe por trás de cada moeda digital, ou seja, conhecer a fundo tudo o que a sustenta. Por isso, estude a história da criação do ativo, seus objetivos, as funcionalidades e até das empresas que estão por trás do desenvolvimento e da utilização desse recurso.


O segundo passo é identificar a reserva de valor, ou seja, preservar o seu poder de compra ao longo dos anos, graças a sua popularidade e seu uso constante no dia a dia. A terceira medida a ser tomada é conferir o fluxo e o volume de negociações. Opte por aquelas que carregam consigo todo o know-how e expertise de seus criadores, ou seja, são adquiridas e vendidas a todo instante.


O quarto passo é descobrir as melhores plataformas e exchanges digitais para que a relação de troca funcione da maneira que deve funcionar. Por fim, procure informações e aprenda sobre moedas digitais com pessoas que realmente sabem do que estão falando. Se possível, converse com especialistas. Isso pode evitar muita dor de cabeça no futuro.

whatsapp-logo-1.png