O mercado futuro no agronegócio


O mercado futuro é o ambiente onde são negociados contratos futuros, um tipo de derivativo. Em poucas palavras, os contratos futuros representam o compromisso de comprar ou de vender uma certa quantia de um determinado bem em uma data adiante e por um preço pré-definido. O bem envolvido nesse compromisso – também chamado de ativo subjacente – pode tanto ser uma mercadoria quanto um ativo financeiro.


Esse ambiente da Bolsa de Valores impacta diretamente o futuro de empresas e produtores rurais que dependem da cotação de moedas estrangeiras ou preço de commodities. Na prática, ele oferece possibilidades para o agricultor lucrar, minimizar os riscos na produção, bem como ter mais segurança e retornos expressivos.


Sendo assim, para proteger a saúde financeira do agronegócio a médio e longo prazos, os produtos podem ser negociados no mercado futuro. Nessa operação, o agricultor fixa o preço da próxima safra, garantindo que receberá o valor por sua colheita em determinada data. Os contratos podem ser negociados com bancos, tradings ou cooperativas.


É recomendável que o produtor comercialize antecipadamente no máximo 70% da previsão de colheita no mercado futuro, de forma a não comprometer toda a produção na operação financeira. Isso protege o negócio de possíveis prejuízos decorrentes de quebras de safra, baixas de cultivo causadas por intempéries, entre outros fatores.


Agricultores também podem optar por negociar produtos em operações de derivativos do mercado futuro, que permite definir o valor futuro com o preço em dólar, protegendo a negociação da volatilidade da taxa cambial. Esses contratos podem ser negociados diretamente na Bolsa de Valores ou com a intermediação de bancos.


Diferentemente da operação tradicional, esse tipo de transação não prevê a entrega física dos produtos, e as instituições financeiras são responsáveis por garantir os contratos, contrabalanceando com mecanismos próprios as variações do câmbio.


A grande vantagem de se optar por contratos futuros é que eles podem ser encerrados por uma das partes antes da data de vencimento, através de operação inversa à inicial. Assim, é possível negociar para o futuro do negócio com segurança quanto a preço (preço do milho, da soja ou demais artigos que tenham entrado em negociação por meio da contratação futura), flexibilidade de compra e venda e oportunidade para todas as partes envolvidas no processo.

whatsapp-logo-1.png