O que é o dólar futuro?


Se você acompanha as notícias sobre o mercado financeiro, provavelmente já ouviu falar sobre investimentos em Dólar Futuro. Afinal, essa é uma modalidade relativamente popular de aplicação em Renda Variável. No texto de hoje, vamos explicar melhor sobre esse tema tão necessário dado ao cenário econômico no Brasil hoje.

O que é

Um contrato de Dólar Futuro é uma das melhores maneiras de se investir no mercado de câmbio no Brasil. Trata-se de um acordo de compra e venda da moeda estrangeira por um preço e em uma data futura previamente estabelecidos.

Ambas as partes da negociação, tanto de compra ou de venda, projetam um valor futuro daquele ativo para a operação.

Quem “fez o melhor negócio” vai depender da oscilação da cotação do dólar da data em que o acordo foi firmado até o dia da sua execução. Se a cotação do dólar subir, então quem compra tem a vantagem, pois receberá o ajuste da valorização do ativo. Já se a cotação cair, quem vende é que se sai melhor, pois também receberá o ajuste do valor que receberia caso recomprasse o ativo a um preço mais barato do que vendeu.

Em resumo, é um contrato de compra e venda de um determinada quantidade de dólares em um preço e datas definidos. Quem compra, acredita que esse ativo irá se valorizar no futuro; quem vende, acredita que esse ativo vai se desvalorizar no futuro.

Como funciona

Um contrato de Dólar Futuro é dividido em dois grandes grupos. O primeiro deles é o contrato cheio.

Nessa modalidade, o investidor compra um contrato de dólar cheio, em que cada um representa uma movimentação de US$50.000,00. Um lote mínimo de cinco contratos, no entanto, é o padrão desse tipo de investimento. Isso significa, portanto, que para investir em contratos cheios é necessário movimentar U$250.000,00.

Já a outra modalidade é o Minidólar, também chamado de Minicontrato de Dólar. Nesse caso, a pessoa pode investir em apenas 20% de um contrato cheio, sem lote mínimo obrigatório. Logo, cada minicontrato vale U$10.000,00.

Depois de comprado, o contrato ou minicontrato pode ser vendido para outra pessoa ou segurado pelo investidor. Quando chega a sua data de vencimento (1º dia útil do mês), ele é executado automaticamente pela Bolsa de Valores.

A data de vencimento de um contrato de Dólar Futuro está indicada na nomenclatura que o identifica. Todo contrato cheio é denominado pela sigla DOL. Já um minicontrato recebe a sigla WDO.

Além dessas siglas, a nomenclatura vem acompanhada por uma letra que corresponde ao mês de vencimento do contrato. A ordem é a seguinte:

● F: janeiro;

● G: fevereiro;

● H: março;

● J: abril;

● K: maio;

● M: junho;

● N: julho;

● Q: agosto;

● U: setembro;

● V: outubro;

● X: novembro;

● Z: dezembro.

Além da letra do mês, a nomenclatura do contrato ainda vem com dois números referentes ao seu ano de vencimento. Portanto, a nomenclatura DOLK21 indica um contrato cheio, com vencimento em maio de 2021. Já um WDOZ22 é um Minicontrato de Dólar com vencimento em dezembro de 2022.

É válido lembrar que esse tipo de investimento abrange as pessoas com perfil agressivo, ou seja, aquelas que estão dispostas a perder e a encarar os riscos da renda variável. Por isso, antes de investir pensando apenas no possível lucro, estude o mercado a e avance o seu perfil de investidor aos poucos.

6 visualizações

Central do aluno

0800 006 0070

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

ENDEREÇO DAS UNIDADES

Goiânia - GO

Unidade de Negócios

AV. T-9, 2.310

Jardim América

Goiânia - GO

Sala 610 A e 614 B

Condomínio Comercial Inove Intelligent Place

Jataí - GO

Faculdade

Av. Prof. Edvan Assis Melo, 1075

Centro

Jataí-GO

e-MEC  

Trabalhe conosco

CIDADES ATENDIDAS (MBA & PÓS)

Goiás

Goiânia

Jataí

Mineiros

Rio Verde

Rondônia

Vilhena

Mato Grosso

Cuiabá

Água Boa

Primavera do Leste

Querência

Sinop

Bahia

Luis Eduardo Magalhães