Pecuária de Precisão: o que é?


Independentemente do tipo de produção pecuária, seu objetivo deve ser sempre o aumento de produtividade acompanhado de qualidade. O que é exatamente o que a pecuária de precisão possibilita nesse ramo.


O conceito por trás da ideia é simples e extremamente eficaz. Trata-se do uso de softwares e hardwares para monitorar seus animais em tempo real, com finalidade de receber respostas e atualizações rápidas para que determinada ação seja realizada corretamente. Esse tipo de tecnologia vem crescendo nos últimos anos, dado a sua enorme resposta de produção e, dessa forma, tende a ser totalmente implantada.


Sendo assim, a pecuária de precisão é a representação de um conjunto de tecnologias e informações que potencializam o incremento nos índices de produtividade. O objetivo dela é facilitar o manejo na fazenda e melhorar a qualidade de vida do pecuarista.


As ferramentas que fazem parte dessa tecnologia, como identificação animal automatizada, dispositivos eletrônicos de pesagem, colares com sensores, bebedouros e cochos automáticos, termografia infravermelha e estações meteorológicas automáticas, ampliam a capacidade de observação do rebanho.


Seu uso possibilita identificar e medir consumo de alimentos e água, comportamento alimentar, frequência cardiorrespiratória, temperatura corporal, atividade e posição dos animais. Os dados trazem indicadores produtivos, comportamentais e fisiológicos em benefício da saúde, produtividade e bem-estar dos animais.


Outro benefício da aplicação da tecnologia é manter ou, ainda, atrair os mais jovens para área rural, já que o uso desses equipamentos exige conhecimento e habilidades de informática, eletrônica, mecânica, robótica, comunicação, além do conhecimento tradicional de agronomia, veterinária e zootecnia. No entanto, é válido salientar que a pecuária de precisão não é a solução para todos os problemas, já que existem desvantagens que precisam ser observadas pelos pecuaristas.


Dentre essas desvantagens estão: desenvolvimento incompleto de tecnologias; pouca percepção do público quanto aos benefícios trazidos pelas técnicas de controle de qualidade, que incluem valor agregado, redução de perdas e diferentes pontos de vista do produtor e do consumidor; bioética e preconceitos quanto ao uso de animais na visão ainda limitada ao setor produtivo e falta de profissionais habilitados para analisar e trabalhar a grande quantidade de informação gerada nesse sistema.


Por isso, é imprescindível que os profissionais envolvidos no projeto estejam cientes de como funciona a pecuária de precisão. A implementação e eficácia do sistema de informação dentro da sua fazenda vai depender também do quanto a sua equipe está disposta e treinada a interagir com a tecnologia.


whatsapp-logo-1.png