Previsão para a safra de soja em Goiás


Diante de um bom período de plantio, o Ifag (Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás) iniciou a safra de soja 2021/22 projetando a produção estadual em mais de 14 milhões de toneladas. O restante do desenvolvimento das lavouras também foi positivo no estado, o que manteve as expectativas do Instituto para uma safra de soja goiana entre 14,3 e 14,4 milhões de toneladas, como conta o Coordenador Institucional do Ifag, Leonardo Machado.


A liderança aponta que, em algumas regiões mais ao Norte do estado, houve registro de excesso de precipitações, mas que por ser uma situação pontual não chega a interferir nestas boas projeções para o estado como um todo. As colheitas devem começar nos próximos dias e garantir assim uma boa janela para o plantio da segunda safra de milho, que também promete ser positiva nesta nova temporada 2022.


Catalão, no sul de Goiás, receberá pela primeira vez a cerimônia de abertura da Colheita de Soja no Estado, que ocorrerá no dia 19 de janeiro. Voltado para produtores rurais e os vários profissionais do setor do agronegócio, o evento é uma realização da Associação de Produtores de Soja, Milho e outros Grãos Agrícolas do Estado de Goiás (Aprosoja-GO), em parceria com o Sindicato Rural de Catalão.


Para marcar a abertura dos trabalhos da safra 2021/2022, a Pivot Máquinas Agrícolas e Sistemas de Irrigação fará uma demonstração no local, de um dos mais recentes modelos de colheitadeira da Case IH: uma Axial-Flow da Série 150 - 5150.


Lançado em 2020, o equipamento traz o legítimo sistema axial, oferecendo uma colheita fácil com debulha eficiente, autorregulação para operação em qualquer condição de terreno, visibilidade noturna três vezes melhor, além de melhor qualidade de grão e menor custo operacional da categoria.


De acordo com Cauê Campos, CEO da Pivot, a escolha da cidade de Catalão para sediar a cerimônia de abertura da Colheita de Soja em Goiás destaca a importância do município no cenário estadual e nacional do agronegócio.


“Catalão é uma cidade, que nos últimos 20 anos, vem despontando fortemente no plantio de grãos, especialmente a soja”, destaca o executivo ao lembrar que o município possui atualmente 320 mil hectares de área agricultável, dos quais 85% são destinados ao plantio da soja.