Quais as expectativas para 2021 na Bolsa de Valores?


O ano de 2020 foi de extremos altos e baixos na Bolsa de Valores. Após um início promissor, com a máxima histórica batida em janeiro, logo o mercado financeiro e todos os setores da economia foram contaminados pela pandemia do novo coronavírus. Passado uns meses, o mercado conseguiu recuperar e as expectativas para 2021 são grandes. Quer saber quais são? Continue com a gente!

Expectativas

O BB Investimentos projeta o Ibovespa em 130 mil pontos em 2021, o que nos mostra uma aposta em um futuro promissor e uma economia ativa e crescente. Segundo o banco, em relatório assinado pelo analista Victor Penna, a nova pontuação-alvo para o Ibovespa incorpora o fim da temporada de resultados do terceiro trimestre de 2020 e as recuperações econômicas dos países.


Além disso, ações mais visadas com empresas mais representativas no índice, como Vale (VALE3) e frigoríficos, devem continuar apresentando resultados robustos, o que sustenta o argumento de valorização dos papéis, segundo analistas. No entanto, assuntos políticos e internos podem interferir vez ou outra neste crescimento, o que sugere cautela aos investidores otimistas com o cenário.


Vale lembrar que ao longo do ano a vacina contra a COVID-19 estará sendo distribuída, o que aumenta as chances de crescimento das empresas, já que o comércio como um todo voltará a funcionar normalmente e as pessoas se sentirão mais seguras para sair e consumir fora de casa.


Com o Congresso Nacional provavelmente em recesso entre dezembro e janeiro, o primeiro grande tema do ano será o comportamento da economia com o fim dos programas governamentais, que impulsionaram a recuperação em “V” do consumo no segundo semestre de 2020, ou seja, o foco do país vai ser todo na economia e as formas de impulsionamento da mesma.

whatsapp-logo-1.png