TI no agronegócio: saiba quais são os benefícios para o produtor rural


Com a evolução da digitalização na agricultura e o surgimento acelerado de novas tecnologias e softwares, a presença dos profissionais de TI no agronegócio é cada vez mais exigida. Agrônomos, veterinários e zootecnistas atualmente dividem espaço com aqueles que dominam a linguagem da programação.


Uma pesquisa, publicada pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), mostra que 84% dos agricultores brasileiros utilizam algum tipo de tecnologia como ferramenta de suporte. Esse número cresce a cada ano, fazendo com que o programador se torne um aliado no desenvolvimento de soluções para o agronegócio. Mas quais são os benefícios para o produtor rural? No texto de hoje, vamos falar mais sobre o assunto.


Eficiência

Os sistemas informatizados conseguem processar volumes massivos de dados, tornando possível automatizar os processos produtivos e ganhar mais eficiência. As ferramentas de TI no agronegócio permitem ao produtor coletar informações relevantes e tomar ações corretivas a tempo, além de lidar rapidamente com demandas, que envolvem, por exemplo: melhor data para plantio, momento de venda e problemas na logística. Esses conhecimentos viabilizam também melhores decisões estratégicas.


Controle de produção

A TI no agronegócio melhora os controles da produção, já que muitos processos produtivos são manuais e onerosos. Com isso, a entrega de um produto ao consumidor final pode demorar bastante. O emprego das novas tecnologias facilita todo esse trabalho. Ganham-se também melhores rotinas de controle, pois os sistemas de informação conseguem registrar as datas e os profissionais com as fontes de dados. Assim, o produtor passa a ter mais previsibilidade nas demandas.


Armazenamento de dados

Os dados representam o ativo mais crítico dos modelos de agronegócio, sendo uma inteligência empresarial que pode resolver muitos problemas do mercado. Diante disso, é interessante conhecer um pouco mais sobre políticas de backup e sincronização de informações e criptografia. Dessa forma, consegue-se armazenar a informação relevante para os produtores em infraestruturas de TI no agronegócio seguras e confiáveis.


Redução de custos

As tecnologias para o agronegócio aceleram bastante as rotinas de produção. Existem muitos programas e aplicativos para registrar, organizar e catalogar as informações importantes para os produtores e partes interessadas. Com isso, reduz-se os custos operacionais, pois a execução dos processos ocorre de maneira mais rápida. Isso gera mais tempo livre para melhorias na logística, qualidade e distribuição dos produtos para o produtor rural.


Aumento da competitividade

Para se manter competitivo no mercado, é preciso investir em novas tecnologias. No agronegócio, não poderia ser diferente: as ferramentas de TI no agronegócio podem otimizar todas as tarefas dos profissionais envolvidos nos processos produtivos. Vale lembrar também a importância de novas tendências, como blockchain, cloud híbrida e chatbots, e de estudar maneiras de aplicá-las à realidade dos empreendimentos.


Este e mais outros assuntos importantes e estratégicos para o produtor rural podem ser encontrados na especialização da FGI. A Faculdade de Gestão e Inovação oferece o MBA Gestão Estratégica do Agronegócio com o objetivo de formar profissionais completos e diferenciados para atuarem no agronegócio, proporcionando a descoberta de formas de gestão de fazendas e empresas do agronegócio.