Matemática e Análise Financeira no Agronegócio


A matemática financeira é uma parte da matemática que se dedica à análise de dados financeiros em geral, inclusive no ramo do Agronegócio. Para isso, usa-se de um conjunto de conceitos, como: capital, patrimônio, juros, inflação, empréstimo, investimento, lucro, valor presente, valor futuro, fluxo de caixa, taxa de retorno e outros. No texto de hoje, vamos falar sobre um desses conceitos, os juros. Continue com a gente.


Os juros são o valor que o cliente pagará a mais – ou receberá – por uma operação financeira como empréstimo ou que envolva algum tipo de crédito. Cada uma das operações de crédito, seja investimento ou empréstimos, oferece uma taxa de juros diferente. Os juros de um empréstimo pessoal, por exemplo, são bem diferentes de um financiamento imobiliário. Neste cenário, existem duas categorias de juros, o simples e o composto.


Os juros simples estão mais presentes nas transações financeiras de seu dia a dia. Seu valor nunca muda durante uma operação. Assim, se você assinou um contrato com determinada porcentagem de juros, pagará ou receberá esse valor até o final do contrato. Portanto, nas operações financeiras baseadas em juros simples o tempo não é muito importante, já que o valor final pago será o mesmo independentemente do prazo.


Ao contrário, nos juros compostos, o prazo faz toda a diferença porque quanto maior o tempo para quitação de um empréstimo, mais juros serão pagos, já que a taxa é calculada em cima do acumulado da dívida. No agronegócio, no que tange às empresas, saber a diferença entre esses dois juros pode livrar o proprietário de grandes dores de cabeça. A matemática e a análise financeira, então, atuam como um aliado no crescimento dos negócios.


No módulo “Matemática e Análise Financeira” do MBA Gestão do Agronegócio, o aluno fica por dentro de todas as técnicas e ferramentas da matemática financeira, além dos juros, e ainda aprende a utilizar a calculadora HP, uma ferramenta extremamente importante quando se trata de negócios. Com uma boa base de cálculos, o profissional atinge níveis altos de lucros, porque sabe definir quais estratégias trarão mais benefícios à empresa no curto e longo prazo. Quer saber mais? Acesse aqui.