• Faculdade de Gestão e Inovação

Setores do Agronegócio

Atualizado: Jun 30



O agronegócio é uma área da economia que envolve, principalmente, a produção agropecuária e constitui todos os processos e atividades sociais que estão relacionados com a agricultura e também com a pecuária. Portanto, ao contrário do que se possa imaginar, o agronegócio não abrange somente as atividades no campo, mas também as agroindústrias, a fabricação de máquinas e equipamentos agrícolas e muitos outros.

A importância do agronegócio é indiscutível no Brasil e no mundo. Em termos de economia, de acordo com o CEPEA, de janeiro a abril deste ano, ele foi responsável por 47% de tudo o que o nosso país exporta, além de responder por mais de 30% dos empregos gerados. Também cabe um especial destaque para o papel do agronegócio brasileiro na geração de riquezas, pois ele é responsável por mais de 20% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Para entendermos a logística do Agronegócio, é preciso estudar seus setores a seguir.

Setores do Agronegócio:

Primário: produtores rurais, agricultores e pecuaristas;

Secundário: agroindústrias e fabricantes de insumos;

Terciário: transportadoras, distribuidores e comerciantes de produtos agrícolas, como a soja, o café e a cana-de-açúcar.

Essa integração entre os diferentes setores de atividades fez com que o agronegócio estivesse associado ao processo de modernização agrícola, incluindo a chamada “revolução verde”.

Essa modernização envolve o uso cada vez maior de grandes maquinários, de compostos químicos (fertilizantes, herbicidas e outros) e conhecimentos científicos, a exemplo da biotecnologia e da genética responsável pelos alimentos transgênicos.

Impactos da COVID-19 nos setores do agronegócio:

Em março, a pandemia de coronavírus gerou um comportamento altista nos preços de diversos produtos agropecuários. Além do seu impacto via efeito de desvalorização cambial, a possibilidade de isolamento social, naquele momento, causou picos de demanda que impulsionaram os preços do arroz, da banana, do café, da carne de frango e dos ovos, por exemplo.

A partir de abril, os efeitos da doença sobre os preços agropecuários foram mais difusos. De acordo com o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, em entrevista à BandNews FM, os setores como o de hortifrúti viram seus negócios cair pela metade; na produção de flores, as perdas foram as mais significativas, de 90%. Bruno Lucchi cita ainda o setor da borracha como um dos fortemente impactados pela crise.

No entanto, no geral, os ramos agrícola e pecuário, tiveram um bom desempenho no país. Pesquisadores do Cepea indicam que o principal impulso ao crescimento tem vindo do setor primário, que subiu 6,43% em 2020.

Embora ainda não haja dados conclusivos, as perspectivas também apontavam para um cenário adversos na produção de alguns setores agroindustriais – principalmente os que não são relacionados diretamente à alimentação, como móveis, têxtil e vestuário, e aqueles que produzem alimentos de maior valor agregado, como alguns laticínios.

0 visualização

Central do aluno

0800 006 0070

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

ENDEREÇO DAS UNIDADES

Goiânia - GO

Unidade de Negócios

AV. T-9, 2.310

Jardim América

Goiânia - GO

Sala 610 A e 614 B

Condomínio Comercial Inove Intelligent Place

Jataí - GO

Faculdade

Av. Prof. Edvan Assis Melo, 1075

Centro

Jataí-GO

e-MEC  

Trabalhe conosco

CIDADES ATENDIDAS (MBA & PÓS)

Goiás

Goiânia

Jataí

Mineiros

Rio Verde

Rondônia

Vilhena

Mato Grosso

Cuiabá

Água Boa

Primavera do Leste

Querência

Sinop

Bahia

Luis Eduardo Magalhães